Carregando...Tipos de Ereção

Conheça os Diferentes Tipos de Ereção

Tipos de Ereção. As ereções geralmente são motivos de orgulho para o homem por serem sempre associadas à capacidade de ter e gerar prazer no ato sexual. No entanto, muitos desconhecem como realmente ocorre uma ereção e não conseguem diferenciar fatos de mitos. Um grande exemplo disso é que não existe apenas um tipo de ereção como muitos pensam.

Continue a leitura deste artigo e conheça melhor a anatomia de um pênis, assim como os passos com que ocorre uma ereção e os seus diferentes tipos.

O Pênis

Considerado como o principal órgão do sistema reprodutor masculino, o pênis, diferentemente dos outros órgãos, se localiza na parte externa do corpo e pode ser anatomicamente dividido em três partes:

  • Raiz – Chamada também de base, a região fica localizada na bolsa perineal do assoalho pélvico. Contém a menor parte dos corpos cavernosos (porção interna / proximal) responsável pela sustentação da ereção.
  • Corpo – Refere-se à região de maior comprimento localizada entre a base e a cabeça do pênis (parte externa / distal dos corpos cavernosos). Essa região é composta por dois corpos cavernosos e um corpo esponjoso responsáveis pela ereção.
  • Glande – Chamada também de cabeça do pênis, essa é a parte mais distante da base. Sua forma cônica é composta pela expansão do corpo esponjoso. Nela se localiza o orifício externo da uretra por onde são expelidos urina e sêmen.

A Ereção

Para que haja uma ereção, antes é necessário que algumas etapas entre o cérebro e os órgãos do sistema reprodutor masculino sejam estabelecidas. Acompanhe a seguir cada uma dessas fases.

1º estágio – Retenção sanguínea

Resultante de estímulos sexuais físicos ou psicológicos, os impulsos do cérebro e os nervos ao redor do pênis causam o relaxamento dos músculos lisos, permitindo que o sangue encha os corpos cavernosos.

2º estágio – Ereção parcial

As artérias localizadas no pênis se expandem devido ao aumento do fluxo sanguíneo, essa etapa é necessária para o que haja o alongamento do comprimento peniano.

3º estágio – Ereção Completa

O aumento do volume de sangue no pênis é impedido de drenar pelo aumento da pressão, que comprime as veias penianas, ampliando o pênis até a ereção completa.

4º estágio – Ereção rígida

Nessa fase, a rigidez máxima é alcançada. A ponta e corpo do pênis aumentam até que suas veias estejam totalmente comprimidas, aumentando o alongamento e mantendo a máxima rigidez do pênis, pronto para o orgasmo e ejaculação.

5º estágio – Retorno ao estágio 0

Após o orgasmo e a liberação da ejaculação, as contrações musculares resultam no aumento da saída de sangue do pênis, diminuindo seu comprimento e circunferência até ficar flácido novamente.

Tipos de Ereção

Ao contrário do que muitos pensam, um homem pode ter três diferentes tipos de ereções, sendo elas:

  • Psicogênica;
  • Reflexogênica;
  • Noturna.

Ereções Psicogênicas

Podem ser fruto de uma estimulação audiovisual e fantasiosa com ativação direta no núcleo cerebral e medula espinhal.

Ereções Reflexogênicas

Surgem após o contato físico com o órgão, onde os centros de ereção espinhal que derivam das vias nervosas dorsais do pudendo geram o relaxamento do músculo peniano permitindo o início da ereção.

Ereções Noturnas

Ereções noturnas costumam ocorrer durante a fase REM do sono, no entanto, seus mecanismos de funcionamento ainda são desconhecidos.

Em caso de dúvidas, consulte seu médico urologista de confiança.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta