Carregando...Torção Testicular

Torção Testicular – Causas e Consequências dessa Emergência Médica

Torção Testicular. Dor repentina no testículo pode ser o maior sinal de alerta para uma condição denominada como torção testicular. Apesar de sua incidência ser de 1 para cada 4.000 homens, é importante conhecer as causas e consequências da torção e estar preparado caso aconteça com você.

Continue a leitura deste artigo para desvendar os principais pontos da torção de testículo.

O Que é uma Torção Testicular

A torção testicular é uma condição caracterizada pelo giro do testículo em torno do seu próprio eixo, o que acaba torcendo o cordão espermático. Essa ação gera uma grave redução no fluxo sanguíneo na região ocasionando uma isquemia testicular.

Apesar de ser mais frequente na adolescência entre os 12 e 18 anos, a torção pode acometer homens em todas as fases da vida, inclusive em período neonatal. Quando não tratada rapidamente, a condição pode trazer graves consequências à vida do paciente.

Como Ocorre uma Torção Testicular

Apesar de estar no nome da condição, a torção não ocorre no testículo propriamente dito, e sim nas estruturas que ficam ao seu redor ao longo do chamado cordão espermático. Conheça o Sistema Reprodutor Masculino.

Uma das principais causas de uma torção testicular é a má formação da túnica vaginal, uma membrana serosa que recobre e prende os testículos. A deformidade conhecida também como “badalo de sino” não é capaz de fixar o testículo na saco escrotal, possibilitando o giro dos cordões em seu próprio eixo.

Sintomas da Torção Testicular

O principal sintoma de uma torção testicular é a dor intensa e súbita na região escrotal, além disso, o paciente pode apresentar inchaço, náuseas e vômito. A dor pode ser concentrada apenas na região afetada ou irradiar para a virilha e abdome.

A bolsa testicular pode apresentar aparência avermelhada e endurecida. Também é possível notar uma irregularidade na altura dos testículos, uma vez que o cordão espermático é encurtado durante a torção, provocando ainda a subida do testículo para posição mais alta que o habitual.

Complicações que uma Torção Testicular pode Gerar

Pacientes que apresentam os sintomas acima devem procurar ajuda médica especializada imediatamente, isso porque quanto mais tempo o cordão espermático permanecer torcido, mais tempo o testículo sofrerá com o baixo fluxo de sangue originando uma isquemia que pode desencadear sequelas graves.

Uma torção corrigida em menos de 6 horas pode ter entre 90 e 100% de sucesso na recuperação do testículo. Já naquelas que demorarem de 12h a 24h para serem examinadas e resolvidas por um urologista, a taxa de sucesso cai para menos da metade.

Quando um paciente demora mais de 1 dia para relatar os sintomas a um médico, a taxa de sucesso é praticamente zero, uma vez que o testículo pode necrosar pela falta de nutrição, fazendo-se necessária sua remoção e colocação de uma prótese testicular.

Tratando uma Torção Testicular

Essa emergência deve ser tratada por um médico urologista o mais rápido possível para que seja possível preservar o testículo. No primeiro momento, o especialista pode tentar uma distorção manual, no entanto essa manobra não descarta a necessidade de uma cirurgia.

O procedimento é realizado sob anestesia, onde o médico realiza um pequeno corte na bolsa escrotal para conseguir acesso ao cordão torcido. Após chegar ao local, é realizado o distorce da região afetada assim como a fixação do testículo na bolsa escrotal para evitar reincidência da condição. Em caso de dúvidas, consulte seu urologista de confiança.

Referência: Ada Health

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta