Carregando...Ejaculação Precoce

Ejaculação Precoce: Causas e Fatores de Risco

Informações Relevantes, Compartilhe:

A ejaculação precoce é uma queixa comum, que raramente é causada por um problema físico ou estrutural. Esta condição é essencialmente causada por ansiedade, nervosismo ou tensão durante o ato sexual. Muitas vezes, isto é motivado pelo medo de ejacular rapidamente e não satisfazer sua parceira, devido a episódios anteriores de ejaculação precoce.

Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre as causas e fatores de risco desta disfunção sexual.

Ejaculação Precoce – O Que É

Existem diversos Tipos de Distúrbios da Ejaculação. A ejaculação precoce é o mais comum, sendo caracterizada pelo adiantamento do orgasmo durante a relação sexual. É extremamente normal que isso ocorra uma ou outra vez em homens que possuem a vida sexual ativa, mas quando começa a se tornar algo habitual pode ser motivo para buscar ajuda médica.

Estudos realizados pela Sociedade Internacional de Medicina Sexual apontam que a ejaculação precoce pode ser considerada quando ela ocorre antes de completar o primeiro minuto da penetração vaginal, ou até mesmo quando apresenta uma redução significativa e incômoda no tempo de ereção para cerca de três minutos.

Por ser um assunto amplo, foram elaborados diferentes tipos de classificação para este distúrbio da ejaculação, sendo elas:

  • Ejaculação Precoce Primária;
  • Ejaculação Precoce Secundária;
  • Ejaculação Precoce Situacional;
  • Ejaculação Precoce Variável;
  • Ejaculação Precoce Subjetiva.

Conheça as Causas

Apesar de não ter uma causa exata, alguns médicos indicam que a condição seja derivada de fatores psicológicos ou biológicos, os quais vamos explicar a seguir.

  • Fatores psicológicos:
    • Ansiedade;
    • Uso de medicamentos como psicotrópicos;
    • Problemas de relacionamento;
    • Disfunção erétil.
  • Fatores biológicos:
    • Aumento de níveis hormonais;
    • Distúrbios da tireoide;
    • Fatores genéticos;
    • Aumento dos níveis de neurotransmissores;
    • Inflamações ou infecções na próstata ou uretra.

Conheça os Fatores de Risco

Muitos fatores podem aumentar o risco de ocorrência da ejaculação precoce, sendo os dois mais comuns:

  • Estresse – A instabilidade emocional ou mental podem limitar as habilidades de concentração e relaxamento fundamentais para que o homem chegue ao orgasmo no tempo esperado.
  • Disfunção Erétil – A dificuldade de manter a ereção pode gerar um medo consciente ou inconsciente que acaba gerando uma ejaculação precoce.

Formas de Tratamento

O medo de ejacular rapidamente pode exacerbar o problema, visto que ele também pode ocorrer em associação com a disfunção erétil. Tratar o último geralmente irá fornecer uma solução para o primeiro.

A maioria dos pacientes que apresentam a condição não tem problemas médicos subjacentes. No entanto, é importante resolver este problema por duas razões:

  1. É difícil aproveitar sua vida sexual ao máximo, porque a maior parte do tempo você está preocupado tentando atrasar a ejaculação. Além disso, o problema acaba causando frustrações na parceira, que não consegue alcançar o máximo cumprimento sexual.
  2. Este tende a ser um problema ao longo da vida, até ser tratada. Embora algumas sessões de atividade sexual possam durar um pouco mais do que outras, o problema está sempre lá, limitando a satisfação mútua. Consequentemente, há uma tendência para evitar o ato e outras formas de intimidade. Esse problema pode até afetar seu relacionamento, sua confiança na vida diária ou prejudicar a sua capacidade de socializar.

Além disso, a terapia sexual, uso de fármacos e até mesmo sessões de psicoterapia podem ajudar no controle da ejaculação. Para saber qual método é o mais indicado no seu caso, procure um urologista de confiança.

Referência: Urology Care Foundation

Artigo Publicado em: 17 de fevereiro de 2019 e Atualizado em: 20 de setembro de 2019

Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:


Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta