Carregando...Espermograma

Exame de Espermograma – Por que é Realizado?

Exame de Espermograma. Se você e sua parceira estão tendo dificuldades para engravidar, saiba que o problema pode estar tanto nela quanto em você. Por isso, nesses casos, ambos deverão realizar exames clínicos para detectar a possível causa desse obstáculo.

No caso do homem, um exame de espermograma deverá ser solicitado pelo médico responsável a fim de investigar e avaliar a quantidade e a qualidade dos espermatozoides que seu corpo está produzindo. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre o exame de espermograma e porque ele é realizado.

O Que é um Espermograma

Espermograma é um exame de categoria simples. Neste procedimento diagnóstico, é realizada a análise de uma amostra seminal obtida em laboratório após a masturbação. Após a coleta, o sêmen é analisado macro e microscopicamente para avaliar a forma, quantidade e mobilidade dos espermatozoides.

Com os resultados em mãos, é possível avaliar como está a saúde reprodutiva do homem.

Como Funciona o Exame

Após enviado ao laboratório, profissionais capacitados farão uma avaliação descritiva do material, monitorando suas condições físicas como sua viscosidade, coloração, volume, tempo de liquefação e PH seguido de análises microscópicas para verificar a concentração e vitalidade dos gametas masculinos.

Geralmente, os médicos pedem mais de uma coleta, com intervalo de 15 dias, uma vez que as amostras podem sofrer alterações. Assim elas poderão ser comparadas para um diagnóstico mais assertivo.

Para que Serve

O espermograma é geralmente indicado por um urologista quando um casal enfrenta dificuldades para engravidar. Além disso, também pode ser solicitado após cirurgias na região genital. Ou mesmo quando o homem apresenta sinais genéticos, físicos e imunológicos que possam interferir na sua fertilidade.

Exames complementares como a fragmentação do DNA, espermograma sob magnificação, testes moleculares e de carga viral podem ser pedidos para reunir melhores informações sobre o caso.

Anormalidades que o Exame Pode Indicar

Esse tipo de exame pode destacar anormalidades como:

  • a ausência (azoospermia),
  • números inferiores (oligospermia),
  • motilidade diminuída (astenospermia),
  • alterações no formato (teratospermia)
  • e alta mortalidade de espermatozoides (necrospermia).

Além de taxas elevadas de leucócitos presentes no líquido seminal (leucospermia).

Para que o exame seja considerado normal, o médico responsável deverá verificar os valores de concentração, motilidade e morfologia dos espermatozoides na amostra.

Condições que Podem Afetar a Fertilidade Masculina

Diversos fatores podem colocar em risco a fertilidade de um homem, entre eles a baixa ou inexistente produção de espermatozoides, disfunções hormonais, varicocele, problemas infecciosos, entre outras condições. Hábitos do dia-a-dia como uma vida sedentária e estressante também podem ser capazes de afetar direta ou indiretamente a capacidade de reprodução masculina.

Se você e sua parceira estão pensando em ter filhos, é importante que ambos realizem check-ups médicos. Estes procedimentos podem ajudar a certificar que não há nenhum problema em relação a fertilidade.

Referência: U.S. National Library of Medicine

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta