Carregando...Próstata

Novembro Azul – Afinal, o que é a Próstata e qual sua Função?

“Câncer de próstata”, “cuide da sua próstata”, “exame de próstata”, você ouvirá muito sobre isso nesse mês, não é mesmo? Isso porque o mês de Novembro foi escolhido para conscientizar a população masculina sobre problemas na próstata. Mas afinal, você sabe o que é a próstata ou qual é a sua função?

Continue a leitura deste artigo para tirar suas dúvidas sobre essa pequena parte do corpo masculino que pode causar grandes transtornos.

O que é a Próstata?

A próstata é uma pequena glândula localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. Conhecida também como glândula prostática, ela é encontrada apenas no sexo masculino, fica próxima às vesículas seminais e é o órgão responsável pela produção de grande parte do sêmen.

Além da uretra, também passam por dentro da próstata os vasos deferentes, canais responsáveis pela coleta dos espermatozóides produzidos pelos testículos. Apesar de ser um órgão importante para a reprodução, a próstata não é uma glândula essencial para a vida, ou seja, pode-se viver bem mesmo após sua retirada.

Qual sua Função?

Podemos dizer que a sua principal função é produzir uma secreção que serve para proteger e transportar os espermatozóides. O chamado líquido prostático corresponde a cerca de 30% do volume total de sêmen ejaculado após a estimulação peniana e confere a aparência leitosa do esperma.

O fluido prostático prolonga a vida dos espermatozóides e faz com que os mesmo se tornem mais móveis, aumentando assim as chances de chegarem ao óvulo e desenvolverem a fecundação.

Poucas pessoas sabem que apesar de serem expelidos pelo mesmo lugar a urina e o sêmen não se encontram de fato. Como os ductos deferentes chegam na uretra dentro da próstata, é necessário que haja um certo controle para que a urina e os espermatozóides não se encontrem no meio desse percurso. Quando ocorre a ejaculação, a próstata se contrai rapidamente, fechando a porção do ureter que está conectado à bexiga, empurrando assim os espermatozóides pela uretra em direção à saída do pênis, garantindo que não haja contato entre as duas substâncias.

Doenças Mais Comuns que Afetam a Próstata

Apesar de ser uma pequena glândula, pode estar associada a algumas doenças, sendo elas:

  • Hiperplasia da próstata – Conhecida também como HBP, a condição está associada ao aumento da glândula prostática, obstruindo a passagem da urina, causando dor e desconforto ao paciente. Cerca de metade dos homens com mais de 50 anos e 80% com mais de 80 anos sofrem com essa condição.
  • Prostatite – Ocorre devido a uma inflamação bacteriana na glândula, em geral causada por E. coli, Klebsiella ou Proteus. Conhecida por desencadear febre e dores na região pélvica ou ao urinar, a condição pode afetar tanto pacientes mais jovens quanto aquelas de idade avançada.
  • Câncer de Próstata – Conhecido como o segundo maior causador de óbitos dentre os pacientes de sexo masculino, esse tipo de tumor é na grande maioria das vezes indolor, de crescimento lento e assintomático, o que pode dificultar o diagnóstico em seus estágios iniciais. Este tipo de câncer é mais comumente encontrado em homens acima dos 45 anos.

Exames Indicados

Quando se trata de exames de próstata, logo vem na cabeça o exame de toque retal. No entanto, ele não é o único capaz de avaliar essa glândula. Veja a seguir os quatro exames que podem ser solicitados para a análise da próstata.

  • Toque retal – É o exame mais comum quando o assunto é a próstata. Nele, é possível palpar a glândula a fim de obter maiores informações sobre seu tamanho, formato e consistência;
  • Dosagem de PSA – Este método visa colher amostra sanguínea para a dosagem do PSA, enzima produzida pela próstata, que costuma ter níveis elevados em caso de doenças, principalmente quando se trata do Câncer de próstata.
  • Ultrassonografia da próstata – Esse exame de imagem é realizado para avaliar o tamanho da glândula e se há a presença de nódulos suspeitos.
  • Biópsia – Procedimento utilizado quando há suspeita de tumores na glândula.

Mas atenção, os exames devem sempre ser solicitados pelo seu médico após uma consulta inicial. Não deixe de visitar seu médico urologista e garanta sua qualidade de vida!

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta