Carregando...hiperplasia-prostatica-benigna-saiba-mais

Hiperplasia Prostática Benigna – Tire suas Dúvidas Aqui

Informações Relevantes, Compartilhe:

É comum entre os homens com mais de 60 anos de idade um aumento significativo das enfermidades da próstata, o que pode – e deve – causar um estado de alerta, já que algumas doenças podem prejudicar a harmonia da micção ou a função dos rins ou, ainda mais grave, o câncer de próstata se torna mais comum com o avançar da idade.

A condição que abordaremos neste artigo é denominada Hiperplasia Prostática Benigna, também conhecida como crescimento (inchaço) da próstata. Continue a leitura e saiba mais sobre suas causas, sintomas e métodos de tratamento.

Hiperplasia Prostática Benigna – O Que É?

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) nada mais é do que o crescimento nodular e irregular da próstata, ou seja, o surgimento de caroços na região interna do órgão. O que a diferencia do câncer é que sua formação é considerada benigna.

O crescimento da próstata começa, em média, após os 25 anos de idade. Esse aumento pode gerar o estreitamento do calibre da uretra (canal de saída da urina da bexiga, passa pelo interior da próstata e vai até o pênis) causando desconforto pelo esvaziamento incompleto devido à obstrução do fluxo de urina no segmento da uretra que passa pela próstata.

Causas e Sintomas

Apesar de a causa exata não ser conhecida, muitos acreditam que a Hiperplasia Prostática Benigna pode ter como gatilho as alterações hormonais que ocorrem durante o envelhecimento masculino, já que o crescimento da próstata é incomum em homens abaixo dos 40 anos, mas aparece com frequência conforme o aumento de idade, chegando a atingir mais de 80% dos homens com mais de 80 anos.

Como a HPB atinge a próstata, a bexiga e o canal urinário, os sintomas podem incluir jato urinário interrompido ou fraco, dificuldade em esvaziar a bexiga, retenção aguda de urina (incapacidade súbita de urinar) entre outras complicações do trato urinário. É muito comum que o paciente sinta:

  • Micção frequente – Vontade de urinar várias vezes ao longo do dia ou da noite, devido ao esvaziamento incompleto em cada micção, deixando resíduo na bexiga que logo estará repleta novamente, desencadeando um novo desejo miccional em curto espaço de tempo. A bexiga, eventualmente, pode começar a perder a capacidade elástica, diminuindo ainda mais o jato urinário.
  • Incapacidade de urinar – Quando há bloqueio completo da uretra devido à pressão que o aumento da próstata exerce sobre o segmento da uretra que passa pela próstata. Esta complicação também pode surgir como resultado de enfraquecimento dos músculos da bexiga.
  • Diminuição da força do jato urinário – o paciente passa a observar jato mais fraco, às vezes interrompido e com gotejamento ao final da micção (molhando a cueca).

Hiperplasia Prostática Benigna – Diagnóstico e Tratamento

Diante de um aumento da próstata, é recomendado que o paciente busque ajuda médica o quanto antes para rastrear sua causa. Um profissional poderá solicitar seu histórico médico e exames, como o de sangue, de urina, ultrassom abdominal ou retal (para calcular o tamanho da próstata) e toque retal, a fim de obter um diagnóstico assertivo.

Após confirmado o diagnóstico, o tratamento será pensado de acordo como o quadro estabelecido. Em alguns casos, o tratamento é baseado em mudanças no estilo de vida do paciente, como a redução do estresse e a diminuição de ingesta de líquidos na parte noturna, por exemplo. Em outros, medicamentos poderão ser prescritos para gerar alívio dos sintomas urinários.

Caso não funcione, o tratamento medicamentoso pode dar lugar a uma cirurgia de desobstrução – ou seja, a retirada total ou parcial da próstata. Consulte seu médico de confiança e saiba qual a melhor abordagem terapêutica para o seu caso.

Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:


Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta