Carregando...Terapia de Reposição de Testosterona - Quando é Necessário?

Terapia de Reposição de Testosterona – Quando é Necessário?

Terapia de Reposição de Testosterona. A testosterona é um hormônio que circula pelo corpo masculino a fim de definir algumas características do gênero. No entanto, um grande número de homens com mais de 40 anos podem experimentar uma queda na produção desta substância chamada de Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino, ou DAEM.

A defasagem de testosterona no organismo pode afetar diversas áreas da vida de uma pessoa. Alguns dos principais sintomas da baixa produção do hormônio são a irritabilidade, queda do vigor físico e desejo sexual, entre outros. Mas, é possível recuperar as doses ideais da testosterona por meio da reposição hormonal. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre esse tipo de terapia e quando ela é necessária.

Terapia de Reposição de Testosterona

A Testosterona

Considerada como um dos hormônios mais importantes do sexo masculino, a testosterona é produzida pelas glândulas adrenais (cerca de 5% do total) e pelos testículos (cerca de 95% do total).

Esse hormônio é capaz de controlar o desenvolvimento das características sexuais masculinas e as funções reprodutivas (desejo sexual, qualidade de ereção e amadurecimento de espermatozoides). Além disso, também é reconhecido como um atuante importante nas áreas da saúde e bem estar físico e mental, como um todo.

Baixo Nível de Testosterona

A diminuição da produção hormonal pode ocorrer por vários motivos, entre eles o processo natural de envelhecimento.

Diminuição do interesse sexual, impotência sexual, queda no desempenho físico e mental, depressão, ansiedade, irritabilidade, dificuldade de concentração, ondas de calor, sudorese, sensação de frio, redução no crescimento de pêlos, pele ressecada, acúmulo de gordura na região abdominal, anemia e palpitações são alguns dos sintomas da baixa testosterona.

Quando esses fatores são relatados por homens entre 35 e 40 anos, o diagnóstico de baixo nível de testosterona tende a ser positivo. Mas só poderá ser confirmado após a realização de exames clínicos e laboratoriais.

Nova Ferramenta para a Pesquisa de Testosterona Baixa

Pesquisadores desenvolveram um questionário que pode representar uma ferramenta eficiente para a Pesquisa de Testosterona Baixa em homens, de acordo com um recente estudo publicado nos Estados Unidos.

Desenvolvido pelo Dr. Nelson Stone e seus colaboradores no Departamento de Urologia da Escola de Medicina de Icahn (Nova Iorque), o Questionário da Síndrome de Deficiência Androgênica Masculina (MADS) inclui um inventário de sintomas relacionados a saúde sexual masculina.

O objetivo deste trabalho foi desenvolver um questionário simples de rastreamento da baixa hormonal masculina. Este questionário pode ser respondido de maneira rápida e fácil pelo paciente. Seu objetivo é guiar o médico ao diagnóstico mais preciso.

Um total de 5.071 homens em 44 centros médicos foram recrutados entre 2010 e 2011. E destes participantes 1.950 foram identificados como portadores de testosterona baixa. Os pesquisadores encontraram como fatores de risco para a baixa hormonal a obesidade, o diabetes, problemas cardíacos e sedentarismo.

Esta Nova Ferramenta para a Pesquisa de Testosterona Baixa oferece novo questionário a ser utilizado na prática clínica diária. Temos utilizado esses questionários em nossos pacientes. E entendemos que o diagnóstico se torna mais preciso. Além disso, a resposta ao tratamento pode ser inclusive melhor monitorada.

Todos os Homens Deverão Passar Pela Reposição Hormonal?

Nem todo homem com baixo nível de testosterona deve ser tratado com a reposição hormonal. Apenas aqueles que apresentem níveis baixos de hormônios associados aos sintomas clínicos. Gerando assim uma queda em sua qualidade de vida.

Existem algumas contra-indicações que devem ser respeitadas antes da indicação do tratamento. Converse com seu médico urologista de confiança para que possam analisar juntos as possibilidades do seu quadro.

Referência: Mayo Clinic

Artigo Publicado em: 17 de fevereiro de 2019 e Atualizado em 26 de junho de 2020

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta