Carregando...Como Ocorre uma Ereção

Anatomia do Pênis: Como Ocorre uma Ereção?

Apesar de ser um processo comum entre a população masculina, muitos ainda têm dúvidas quando falamos de anatomia do pênis e como ocorre uma ereção. Grande parte dos homens se orgulham de falar sobre o tamanho, formato e aparência do seu pênis. Já outros, se sentem envergonhados, muitas vezes pelo fato de acharem que tem algo de errado com essa parte do seu corpo.

Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre a anatomia peniana, como ocorre uma ereção e porque não se deve ter vergonha de procurar ajuda quando enfrentar dificuldades para alcançar ou manter uma ereção durante a relação sexual.

A Anatomia Peniana

O pênis é um órgão externo que compõe o sistema reprodutor masculino e pode ser dividido anatomicamente em três partes, sendo elas:

  • Base – A raiz do pênis, parte fixa que fica localizada internamente, na região perineal do assoalho pélvico.
  • Corpo – Parte livre e de maior comprimento localizada entre a base e a “cabeça” do pênis. Essa região é composta por três cilindros de tecido ( dois corpos cavernosos e um corpo esponjoso) responsáveis pela ereção.
  • Glande – Ou “cabeça” do pênis é a parte mais distante da base. Sua forma cônica é composta pela expansão do corpo esponjoso. É nela que se localiza o orifício externo da uretra por onde são expelidos urina e sêmen.

A estrutura peniana é constituída por tecidos eréteis, músculos, ligamentos e pele que permitem que ele “estique” quando estimulado.

Quando a ereção não ocorre de maneira correta caracterizamos a disfunção erétil, um distúrbio sexual que compromete a relação sexual satisfatória de muitos casais. Para entender melhor como se dá a disfunção erétil, é importante compreender a anatomia do pênis e como ocorre uma ereção.

Como Ocorre uma Ereção

Insatisfeito com seu Desempenho Sexual?
Agende Hoje mesmo uma Consulta com Urologista.

A ereção é um processo complexo que envolve uma interação entre o sistema nervoso, o sistema vascular e outros fatores físicos e psicológicos. Para que um homem alcance esse estado, diversas mudanças no funcionamento do organismo precisam acontecer, como por exemplo:

  • O Estímulo – A ereção geralmente começa com algum tipo de estímulo sexual, que pode ser visual, tátil, auditivo, ou mesmo apenas pensamentos eróticos. Como resultado da estimulação sexual e/ou psicológica, os impulsos do cérebro e os nervos ao redor do pênis causam o relaxamento dos músculos lisos, permitindo que o sangue encha os corpos cavernosos.
  • A Ereção Parcial e Completa – Há relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos acomodando o aumento do fluxo sanguíneo arterial, esse aporte de sangue acaba comprimindo as vias de saída do sangue (veias) represando assim esse volume sanguíneo para a distensão do membro, ampliando o pênis até a ereção completa.
  • Ereção Rígida – A rigidez máxima é alcançada. A glande e os corpos cavernosos (ponta e corpo do pênis) aumentam até que as veias do pênis estejam totalmente comprimidas, aumentando o alongamento e mantendo a máxima rigidez do pênis. O orgasmo e a ejaculação ocorrem então.
  • Retorno à Flacidez – Após o orgasmo e a ejaculação, as contrações da musculatura lisa resultam no aumento da saída de sangue do pênis. Quando isso acontece, diminui seu comprimento e circunferência até ficar flácido.

Se você enfrenta dificuldades para alcançar ou manter uma ereção durante a relação sexual não se preocupe. Busque ajuda de um profissional capacitado para te ajudar. Não é vergonha admitir um problema que atinge mais da metade dos homens com mais de 50 anos. Recupere sua vida sexual, marque uma consulta com seu urologista de confiança e conheça mais sobre os tratamentos oferecidos para a disfunção erétil.

Mais informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 17 de fevereiro de 2019 e Atualizado em 23 de fevereiro de 2024

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta