Carregando...Remédios para Ereção

Remédios para Ereção: Quando São Indicados?

Remédios para Ereção. A disfunção erétil é uma condição que afeta muitos homens com mais de 45 anos. Por este motivo, essa faixa etária pode recorrer a medicamentos como método de tratamento da DE a fim de uma vida sexual mais satisfatória.

No entanto, antes de fazer o uso de fármacos como o Viagra, Cialis, Levitra, Caverject ou Prelox é necessário passar em consulta com um médico urologista de sua confiança para detectar a possível causa do problema e tratá-la de forma adequada. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre quando os remédios para ereção são indicados.

A Disfunção Erétil

Conhecida também como impotência sexual, a condição chega a afetar mais da metade da população masculina com mais de 50 anos e consiste na dificuldade em ter ou manter a ereção peniana rígida o suficiente para a penetração.

Ao contrário do que muitos imaginam, a disfunção pode sim ser tratada, seja por meio de sessões terapias ou medicamentos. Isso porque a DE pode ter origem tanto física quanto psicológica. Apenas um profissional capacitado poderá definir qual das duas vertentes se trata em cada caso.

As Ereções

As ereções costumam acontecer após algum estímulo, seja ele físico ou psicológico, que desencadeia uma série de etapas e faz com que o pênis fique ereto e pronto para a penetração.

O pênis é composto por corpos cavernosos que se enchem de sangue à medida com que os estímulos na região acontecem. Com a expansão das artérias pelo volume sanguíneo elevado, o pênis tende a esticar e endurecer, caracterizando uma ereção.

O Diagnóstico

Após perceber alguma recorrência nos episódios de impotência, é importante que o homem busque ajuda médica para que a disfunção seja devidamente diagnosticada e os métodos de tratamento discutidos.

A avaliação é realizada por meio de exames físicos e pela queixa dos pacientes, outros exames laboratoriais ou de imagem podem ser solicitados para que a causa da condição seja conhecida.

Remédios para Ereção

Após diagnosticada e ter o método de tratamento definido junto a seu médico, alguns pacientes podem começar a fazer o uso de medicamentos orais ou injetáveis que, na grande maioria, agem relaxando e dilatando os vasos sanguíneos promovendo a ereção com mais facilidade. Alguns dos fármacos mais conhecidos dessa classe de medicamentos são:

  • Viagra;
  • Cialis;
  • Levitra;
  • Caverject;
  • Prelox.

O Excesso

Como tudo consumido em excesso faz mal, com esses medicamentos não seria diferente. Muitos médicos alertam para um possível ciclo vicioso que pode se instalar naqueles que utilizam essas substâncias para uso recreativo, ou seja, não apresentam condições que justifiquem o tratamento.

Por serem de venda livre em farmácias, muitos homens adquirem o produto a fim de utilizá-lo apenas por insegurança ou para potencializar a ereção durante a relação. No entanto, efeitos colaterais como dores de cabeça, vermelhidão na pele, tonturas, taquicardia e mal estar podem surgir após o consumo destes medicamentos. Consulte seu urologista de confiança imediatamente para evitar complicações maiores.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta