Carregando...Prevenir a Disfunção Erétil

13 Maneiras de Prevenir a Disfunção Erétil

Prevenir a Disfunção Erétil. A disfunção erétil (DE) é uma das doenças sexuais mais temidas pela população masculina, principalmente pelos mais jovens que querem mostrar sua virilidade e masculinidade. Apesar de ser associada com o avanço da idade, essa condição pode ser desencadeada por diversos fatores.

Buscar ajuda médica para entender melhor sobre a DE e suas causas pode te ajudar a prevenir a condição tanto na juventude quanto com o passar dos anos. Continue a leitura deste artigo e conheça 13 maneiras de prevenir a disfunção erétil.

O Que É Disfunção Erétil

A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é um distúrbio de cunho sexual caracterizado pela dificuldade em ter ou manter uma ereção peniana que permita a penetração durante o ato sexual.

Essa condição pode ser desencadeada por diversas causas físicas ou psicológicas, sendo necessário um diagnóstico médico para entender melhor qual desses pontos deve ser tratado para que o paciente consiga ter de volta sua vida sexual.

Causas da DE

Entre as principais causas para um homem desenvolver o problema de impotência sexual, estão:

  • Ansiedade;
  • Estresse;
  • Depressão;
  • Preocupações do dia-a-dia;
  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Traumas ou lesões na região íntima.

Além disso, altos níveis de colesterol, doenças cardíacas, aterosclerose, doença de Parkinson, hipertensão, doença de Peyronie, abuso de álcool e ingestão de substâncias ilícitas podem contribuir para o aparecimento da DE.

Diagnóstico e Tratamento

A maioria dos homens vai experimentar alguma vez na vida um episódio de falha na ereção. No entanto, para que isso seja caracterizado por um quadro de disfunção erétil, é preciso que essa dificuldade em ter ou manter ereções ocorra na maioria das vezes em que houver uma tentativa de relação.

Ao procurar um médico urologista de sua confiança, pode ser que o mesmo peça alguns exames como hemograma completo e perfis hormonais, glicêmicos e lipídicos para que o diagnóstico seja – ou não – confirmado.

Após analisar individualmente seu caso e detectar a possível causa para a DE, seu médico indicará o melhor meio de tratamento da condição, podendo ser necessário o uso de medicamentos orais, reposição hormonal, terapias multidisciplinares, ou outros procedimentos.

Como Prevenir a Disfunção Erétil

Para prevenir quadros de disfunção erétil, é preciso primeiro evitar seus agentes causadores, com isso:

Fique Atento ao seu Peso

Às vezes, os quilos extras podem prejudicar sua vida sexual. Se você é obeso, é mais provável que você tenha níveis elevados de colesterol e diabetes, o que pode levar a problemas de ereção.

Experimente uma Dieta Mediterrânea

A Disfunção Erétil geralmente é associada a doenças cardíacas, por isso faz sentido que uma dieta saudável para o coração também seja boa para suas ereções.

Tente reduzir o consumo de alimentos que obstruem as artérias, como lácteos gordurosos, alimentos fritos e carne vermelha. Coma mais frutas frescas, vegetais, peixe e grãos integrais. Melhorar sua dieta pode ser útil na cama e na vida.

Gerencie sua Pressão Sanguínea

A pressão arterial elevada pode danificar os vasos sanguíneos e reduzir o fluxo de sangue através do seu corpo. A redução do fluxo de sangue para o pênis pode dificultar a obtenção de uma ereção.

Se você é daqueles que não verificam sua pressão arterial regularmente, é hora de começar. Você pode ter pressão alta e nem sequer saber disso.

Reduzir o Colesterol Elevado

O acúmulo de colesterol nos vasos sanguíneos faz com que eles se tornem mais estreitos, o que pode diminuir o fluxo sanguíneo. Isso pode tornar mais difícil conseguir ou manter uma ereção.

Se você tem colesterol alto, seu médico pode sugerir maneiras de diminuí-lo, como medicação ou mudança na sua dieta, e consequentemente prevenir a Disfunção Erétil.

Pare de Fumar

Homens que fumam são duas vezes mais propensos a ter problemas de ereção, em relação aos homens que não fumam.

O tabagismo prejudica a sua vida sexual porque restringe os vasos sanguíneos, dificultando o fluxo sanguíneo para o pênis na hora da relação sexual.

Beba com Moderação

Bebida e sexo nem sempre são uma boa mistura. Mais do que uma dose ou duas pode amortecer sua libido, suavizar sua ereção ou dificultar o orgasmo. Se o álcool é a causa da sua DE, provavelmente o problema irá desaparecer quando você parar de beber.

Muitas drogas recreativas podem levar a problemas de ereção. Diferentes drogas como cocaína, anfetaminas, maconha e opiáceos podem causar tais problemas. Essas drogas geralmente retardam seu sistema nervoso central, e algumas também podem prejudicar os vasos sanguíneos. Se você acha que tem um problema com drogas, esta é apenas mais uma razão para procurar ajuda.

Faça Exercícios

Realizar atividades físicas é bom para a sua vida sexual de muitas maneiras. Isso ajuda o coração e os vasos sanguíneos a permanecerem saudáveis, mantendo seu peso sob controle, reduzindo o estresse e, em geral, faz você se sentir bem.

E seu treino não precisa ser pesado e exaustivo para que você veja resultado. Um estudo mostra que mesmo uma caminhada de 30 minutos a cada dia pode prevenir o aparecimento da disfunção erétil.

Fique de Olho na Testosterona

Os níveis de testosterona começam a cair gradualmente aos 30 anos, e continuam a cair à medida que o homem envelhece. Se os níveis ficarem muito baixos podem afetar seu desejo sexual e sua capacidade de obter uma ereção.

Um exame de sangue simples pode dizer se você tem baixa testosterona, e há muitas maneiras de tratá-la e melhorar sua vida sexual.

Não use Esteróides Anabolizantes

Você pode não imaginar que a administração de testosterona extra para aumentar os músculos prejudicaria suas ereções, mas pode. Tudo o que é sintético reduz a capacidade do organismo de produzir por si só, o que significa que os problemas começarão quando você parar de tomar os esteróides.

Você também pode ter muitos outros efeitos colaterais ruins, desde testículos encolhidos até a calvície.

Gerenciar o Estresse

Quando você está estressado devido ao trabalho, problemas de relacionamento ou uma grande mudança de vida, sua libido pode sofrer uma redução. E o desenvolvimento de Disfunção Erétil pode levar a uma ansiedade ainda maior. Reduza seus níveis de estresse e você verá benefícios na cama.

Tratar a Apneia do Sono

Pesquisas mostram um vínculo entre o distúrbio do sono e DE. Quando você recebe tratamento para a apneia do sono, você também pode ver melhorias em seus problemas de ereção.

Então, se você suspeita de ter apneia do sono, ou se você sabe que tem e não está fazendo nada sobre isso, é hora de falar com seu médico para começar a tratar a condição e prevenir a DE.

Conheça os Efeitos Colaterais de suas Medicações

A disfunção erétil é um efeito colateral comum para muitos medicamentos prescritos, tais como:

  • Diuréticos (pílulas de água);
  • Antidepressivos;
  • Relaxantes musculares;
  • Medicamentos contra o câncer;
  • Anti-histamínicos;
  • Analgésicos opióides.

Se você usa algum desses medicamentos e apresenta problemas de ereção, não pare de tomá-los por conta própria. Fale com o seu médico sobre as possíveis substituições.

Seja Proativo

Não é incomum ter problemas para obter uma ereção de vez em quando, mas se começar a acontecer com mais frequência, não ignore. Fale com o seu médico.

Você pode ter um problema de saúde que está causando a redução da sua qualidade de vida sexual. Quanto mais cedo lidar com isso, mais cedo sua vida sexual estará de volta aos trilhos.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 18 de fevereiro de 2019 e Atualizado em: 13 de maio de 2022

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta