Carregando...Apneia do Sono e Disfunção Erétil

Apneia do Sono e Disfunção Erétil – Qual a Relação?

Apneia do Sono e Disfunção Erétil. Você já ouviu sua parceira mencionar que o seu ronco atrapalha as noites de sono dela? Se sim, procurou ajuda ou nem chegou a considerar fazer uma avaliação médica? Porque se for responder a segunda opção, eu vou te dar um bom motivo, dentre tantos, para marcar uma consulta com os especialistas no assunto.

O ronco é um dos principais indícios de apneia do sono, condição médica que afeta cerca de 30% da população nacional e que costuma afetar mais o sexo masculino do que o feminino.

Além da dificuldade para respirar durante o sono, a apneia pode causar ou agravar distúrbios e condições médicas, como hipertensão, insuficiência e arritmia cardíacas, diabetes, obesidade e para surpresa de muitos, disfunção erétil ou impotência sexual.

Continue acompanhando este artigo para entender melhor Qual é a Relação existente entre a Apneia do Sono e a Disfunção Erétil. Mas antes, vamos a uma breve explicação do que são cada um destes distúrbios médicos.

Apneia do Sono e Disfunção Erétil

Principais Características da Apneia do Sono

No caso deste distúrbio do sono, a pessoa tem a respiração interrompida diversas vezes durante o sono, assim como também apresenta determinados sintomas típicos que podem ser conferidos a seguir:

  • Boca seca;
  • Cansaço;
  • Depressão;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Dores de cabeça;
  • Fadiga diurna;
  • Falta de disposição;
  • Ganho de peso;
  • Irritabilidade;
  • Problemas cardíacos e de memória;
  • Ronco (forte e irregular);
  • Sonolência;
  • Vontade constante de urinar durante o período da noite.

Entendendo o Conceito de Disfunção Erétil

Já a disfunção erétil (DE) ou impotência sexual, como também é conhecida, trata-se de um problema de saúde sexual que poucos conversam abertamente, mas que afeta grande parte da população masculina mundial.

Ela é caracterizada pela dificuldade em conseguir ou para manter uma ereção peniana rígida o suficiente para uma adequada relação sexual. Pode ser influenciada por fatores orgânicos, psicológicos ou ambos em combinação, podendo assim ser classificada da seguinte forma:

  • Hormonal;
  • Medicamentosa;
  • Neurogênica;
  • Psicogênica;
  • Vascular.

Relação Entre Apneia do Sono e Disfunção Erétil

Além de prejudicar a qualidade do sono, a apneia também pode ser um dos motivos da impotência sexual. Por estar ligada à circulação sanguínea os tecidos penianos podem acabar sofrendo uma diminuição dos níveis de oxigênio durante os períodos de apneia, prejudicando assim, sua função. Podemos encontrar ainda alterações na regulação neural e nos níveis de testosterona, que é o hormônio essencial para a atividade sexual.

Forma de Tratamento

Para tratar a disfunção erétil proveniente da apneia do sono é preciso fazer uso do aparelho CPAP, que é responsável por enviar o ar de maneira contínua para as vias aéreas por meio de uma máscara, impedindo assim, que permaneçam obstruídas.

Logo, os níveis de oxigênio no sangue se mantêm normalizados, diminuindo as chances de ocorrer alterações nos hormônios e impotência sexual. Por isso, é importante realizar exames de rotina e procurar ajuda médica ao perceber sinais de que há algo errado. Afinal, quanto antes o diagnóstico e o tratamento são feitos, maiores são as chances de eficácia, de se ter boa qualidade de vida e recuperação satisfatória.

Referência: African health sciences

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta