Carregando...prostatite

Prostatite – Existem Consequências na Função Erétil e na Fertilidade?

A diminuição da força do jato miccional pode ser sinal de que há algo errado no seu organismo. Este sintoma pode estar presente em diferentes condições que atingem o homem, uma delas é conhecida como prostatite.

Para conhecer melhor a condição e saber se existem riscos dela afetar sua função erétil, bem como interferir na fertilidade, continue a leitura deste artigo.

O Que É Prostatite

Conhecida por ser derivada de uma infecção bacteriana, a prostatite consiste na inflamação da próstata, uma glândula do organismo masculino responsável pela produção de boa parte do fluído seminal.

A prostatite pode aparecer subitamente ou permanecer inativa durante meses ou anos. No primeiro caso a condição pode ser denominada como aguda, já no segundo é conhecida como crônica.

O Que Causa Prostatite

A infecção da próstata é na maioria das vezes causada por bactérias encontradas no próprio trato urinário ou na região intestinal, como é o caso da Escherichia coli. Em outra parcela, a doença tem causas desconhecidas.

Sabe-se que aproximadamente metade da população masculina poderá sofrer com a prostatite em algum momento da vida, no entanto é mais comum que os episódios se desenvolvam com mais frequência naqueles com idade mais avançada.

Sintomas

Algumas pessoas podem ser assintomáticas, já outras apresentam sintomas típicos de processos inflamatórios como inchaço da próstata e compressão do canal uretral, calafrios, febre e ardor e dificuldade ao urinar.

Quando a prostatite é considerada crônica, os sintomas são similares aos citados anteriormente, porém mais brandos e sem a presença de febre. Em contrapartida, pode-se sentir dores na região abaixo da bolsa escrotal, assim como dor nos testículos, pênis e região da bexiga.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico pode ser suspeito pelo médico urologista através do exame de toque retal, onde neste caso o paciente poderá sentir momentaneamente um pouco de dor ou desconforto.

Em alguns casos, a coleta de secreção da próstata é realizada ainda durante este exame. Após analisar todos os resultados, você e seu médico irão decidir pelo tratamento adequado ao seu caso específico.

A prostatite aguda poderá ser tratada com auxílio de antibióticos por no mínimo duas semanas. Além disso, é possível que outros remédios sejam utilizados para aliviar os sintomas que acompanham o quadro. Outras medidas que podem ajudar no controle da condição durante o tratamento são:

  • Tomar banhos quentes;
  • Evitar bebidas alcoólicas e que contenham cafeína;
  • Evitar alimentos condimentados e pimenta;
  • Evitar atividades sentadas como andar de bicicleta ou cavalgar.

Prevenção

Mudanças no hábito de higiene pessoal podem se tornar fundamentais para a prevenção de um quadro de prostatite, um dos exemplos mais comuns é evitar a realização do sexo anal sem o uso de preservativos. Além disso, limitar o número de parceiros sexuais também pode ajudar no controle da condição.

Homens com mais de 40 anos devem procurar um urologista de sua confiança. E realizar check ups regulares para eliminar ou diagnosticar precocemente alguma condição médica. Uma das principais causas de aumento prostático é a chamada hiperplasia prostática benigna. Assim como a prostatite, a HPB também leva ao estreitamento do canal uretral, diminuindo o jato urinário.

Não fique em dúvida. Ao notar qualquer anomalia com sua região íntima, procure um médico especialista e garanta sua saúde esteja em dia.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta