Carregando...Remédio para Ejaculação Precoce

Vale a Pena Tomar Remédio para Ejaculação Precoce?

A ejaculação precoce pode afetar negativamente a vida sexual e o bem-estar emocional de um homem e de sua parceira. Por isso, não é incomum encontrar quem utilize por conta própria um Remédio para Ejaculação Precoce ou medicamentos para tentar resolver o problema.

Mas até que ponto vale a pena tomar remédios para ejaculação precoce? Para conhecer mais sobre essa condição e seus meios de tratamento, continue a leitura deste artigo.

O Que É Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce é uma disfunção sexual masculina caracterizada pela incapacidade de controlar o momento da ejaculação durante a atividade sexual, resultando em um orgasmo prematuro ou rápido.

Em termos mais simples, essa condição ocorre quando um homem ejacula mais cedo do que ele ou sua parceira desejam durante a relação sexual.

Tipos de Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce pode ser classificada em diferentes tipos, dependendo de vários fatores, como a causa subjacente e a gravidade do problema, confira:

Ejaculação Precoce Primária

Baixos Niveis de Testosterona?
Marque sua Consulta Agora!

Este tipo de ejaculação precoce ocorre quando um homem experimenta a condição ao longo de sua vida sexualmente ativa. Pode ter raízes em fatores psicológicos, biológicos ou uma combinação de ambos.

Ejaculação Precoce Secundária

Este tipo surge quando um homem desenvolve ejaculação precoce após ter tido anteriormente controle satisfatório sobre a ejaculação. Pode ser desencadeada por fatores físicos, como problemas de saúde, ou psicológicos, como estresse ou ansiedade.

Ejaculação Precoce Natural ou Inerente

Alguns homens podem ter uma predisposição genética para a ejaculação precoce. Nesses casos, pode haver uma tendência natural para atingir o orgasmo mais rapidamente.

Ejaculação Precoce Situacional

Refere-se a casos em que a ejaculação precoce ocorre apenas em certas situações ou com parceiros específicos. Pode estar relacionada a fatores psicológicos, como ansiedade de desempenho.

Ejaculação Precoce Adquirida

Este tipo de ejaculação precoce se desenvolve ao longo do tempo devido a fatores externos, como estresse, problemas de relacionamento, mudanças na saúde mental ou física, ou experiências sexuais negativas.

Ejaculação Precoce Variável

Alguns homens podem experimentar episódios ocasionais de ejaculação precoce, enquanto em outras ocasiões conseguem manter o controle. Isso pode ser influenciado por diferentes fatores, como níveis de estresse, ansiedade ou excitação sexual.

Vale a Pena Tomar Remédio para Ejaculação Precoce?

A decisão de tomar medicamentos para a ejaculação precoce deve ser feita com cuidado e sob a orientação de um profissional de saúde qualificado. Consultar um urologista da sua confiança é o primeiro passo para desvendar o problema de ejaculação precoce determinando sua causa subjacente e se há outras condições de saúde que precisam ser tratadas.

Existem várias opções de tratamento para a ejaculação precoce, incluindo terapia comportamental, técnicas de controle de ejaculação e medicamentos. O médico pode recomendar a melhor opção com base na gravidade do problema, sua saúde geral e suas preferências pessoais.

Os Medicamentos para Ejaculação Precoce

Os medicamentos para ejaculação precoce podem ajudar a prolongar o tempo até a ejaculação, mas também podem ter efeitos colaterais e interações com outros medicamentos.

É importante discutir os potenciais benefícios e riscos com o médico antes de iniciar o tratamento. Alguns dos medicamentos mais utilizados para a ejaculação precoce são:

  • Antidepressivos – Certos antidepressivos, como os inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRSs), são frequentemente prescritos para tratar a ejaculação precoce.
  • Medicamentos como a dapoxetina, paroxetina, sertralina e fluoxetina podem ajudar a atrasar a ejaculação, pois aumentam os níveis de serotonina no cérebro, o que pode retardar o reflexo ejaculatório.
  • Anestésicos locais – Cremes, sprays ou géis contendo anestésicos locais, como lidocaína ou prilocaína, podem ser aplicados no pênis antes da relação sexual para reduzir a sensibilidade e ajudar a retardar a ejaculação. Esses produtos são aplicados topicamente e devem ser usados com moderação para evitar a perda completa de sensação.
  • Inibidores da fosfodiesterase-5 (PDE5) – Medicamentos como o sildenafil (Viagra), tadalafil (Cialis) e vardenafil (Levitra) são mais conhecidos por tratar a disfunção erétil, mas também podem ajudar a melhorar o controle sobre a ejaculação em alguns homens. No entanto, seu principal objetivo é melhorar a ereção, e o efeito sobre a ejaculação precoce pode ser secundário.
  • Tramadol – Este é um analgésico opioide que também demonstrou ter efeitos no controle da ejaculação precoce. Pode ser prescrito em doses baixas para ajudar a atrasar a ejaculação, embora seu uso possa estar associado a efeitos colaterais e riscos potenciais de dependência.

É importante ressaltar que todos os medicamentos têm potenciais efeitos colaterais e podem não ser adequados para todos os pacientes. Por isso, a prescrição é fundamental, sempre consulte um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tratamento medicamentoso para a ejaculação precoce.

Mais informações sobre este assunto na Internet:

O Artigo foi Útil?

Clique em 5 estrelas!

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

Informações Relevantes, Compartilhe:
Agende uma Consulta